visitas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

FELIZ ANO NOVO!!


Saudações, notívagos!!

Encerramos mais um ano!! Que 2013 traga muito mais conquistas, superações, entretenimentos, e claro, que a noite nos traga ainda mais surpresas!!

Curtam bastante essa virada de ano e estejam inteiros para mais um ano que se inicia!!

FELIZ ANO NOVO!! - São os votos de Kampos (Vinganças de Sangue e Criaturas da Escuridão).

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Os anos passam e continuamos com as mesmas feições, porém, com um desejo por sangue ainda maior!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

FELIZ NATAL 2012


Saudações, andarilhos da noite!!

Desejo a todos os leitores, e suas famílias, do blog CRIATURAS DA ESCURIDÃO e do livro VINGANÇAS DE SANGUE um EXCELENTE NATAL!!

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Espreito enquanto comemoram, se abraçam e festejam, observo, atento, aguardo o melhor momento...

domingo, 2 de dezembro de 2012

Neste Natal, presenteie com VINGANÇAS DE SANGUE


Saudações, Noturnos!!

E, acreditem... Estamos em Dezembro de novo!! Como os meses voam, tá louco!! E o Natal está mais que próximo!! Para você que ainda não sabe o que dar de presente para a namorada(o), irmã(o), amiga(o), ou o que pedir de presente, eis uma sugestão...

Presenteie com um exemplar do livro VINGANÇAS DE SANGUE, trabalho este de minha autoria, com 288 páginas, que conta a estória de Nathalia, uma garota obcecada em descobrir quem matou sua irmã, e logo percebe que o assassino pode não ser um simples humano. Uma ficção cheia de aventura, romance, Rock´n Roll, e claro, muito sangue!!

Como estou com poucos exemplares, estou com a promoção de cada exemplar por APENAS R$ 30,00 - JÁ COM FRETE INCLUSO PARA QUALQUER PARTE DO BRASIL!!

O livro envio por correios, protegido em plástico bolha, autografado e com dedicatória, se assim desejar.

Para quem gosta de literatura vampírica, está ai a minha dica!!

Para adquirir o livro, mande e-mail para: karlo_campos@yahoo.com.br que passo os dados bancários para depósito ou transferência bancária.
Aproveitem... Tenho poucos exemplares!!

Conheça mais sobre o livro VINGANÇAS DE SANGUE no link: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com.br/2009/11/livro-vingancas-de-sangue.html

Aproveite e leia o primeiro capítulo do livro de minha autoria VINGANÇAS DE SANGUE: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com/2009/12/presente-de-natal.html

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

E após o beijo ardente em meio ao sangue que escorria de meus lábios, ela acreditou que eu a pouparia... Tola!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Filme: Breaking Wind (Saga Molusco - Anoitecer)

Saudações, andarilhos da noite,

Eis mais uma sátira envolvendo os sugadores de sangue... Da mesma linha de "Os vampiros que se mordam", nesta postagem comento o filme intitulado "Breakind Wind (A Saga Molusco - Anoitecer)".

ELES QUEREM SUGAR SEU SANGUE, MAS VÃO MATÁ-LO MESMO É DE RIR.

Com direção e roteiro de Craig Moss, o filme "Breakind Wind (A Saga Molusco - Anoitecer)" é uma sátira baseada na Saga "Crepúsculo", da autora Stephenie Meyer, lançado pela Grindstone Entertainment Group, distribuido pela PlayArte, com duração de aproximadamente 90 minutos, classificado como "Comédia", com classificação etária de 14 anos, estreiou nos cinemas em março de 2012.








Elenco:

 Alice Rietveld
Austin Michael Scott
Eric Tiede
Heidi Kramer
Nic Novicki
Alissa Kramer
Danny Trejo
Frank Pacheco
John Stevenson
Peter Gilroy
Ashley Martin 
Eric Callero
Heather Ann Davis
Michael Adam Hamilton
Taylor M. Graham

Sinopse:

"Sátira da saga Crepúsculo, que mostra Bella, o vampiro branquelo Edward e o lobisomem gorducho Jacob como você nunca viu antes. Bella está às voltas com o aguardado casamento com Edward, uma possível gravidez do primeiro filho e também com as trapalhadas de Jacob, o amigo de todas as horas, mas que não larga do pé dela."

Quando assisto sátiras, por acaso um gênero que adoro, claro que espero ver diversas referências a vários filmes e não me apegar a muitos aspectos técnicos, já que o estilo trabalha com o exagero, até para tornar a sátira ainda mais bizarra.
Porém, não gostei muito deste filme, achei beemm melhor "Os Vampiros que se mordam", que já não era lá uma super sátira.
O filme ficou fraco, fraquissímo, com piadas batidas e, na maioria, sem muita graça, apelando mais para o sexual. As piadinhas com os personagens que cada um satirizava da saga Crepúsculo ficou a desejar demais, principalmente em relação ao Jacob, inclusive, os atores da primeira sátira também eram melhores, na verdade, em todos os aspectos o outro filme era superior, inclusive no roteiro.

Deixo a dica do filme, mas não espere muito. Assista apenas para se descontrair, mas não espere muitas risadas.

Já assistiu?! O que achou do filme?! Fraco ou bom?! Comente ao final desta postagem.

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Até o mais sádico entre todos não sorri perante nós, diante a morte.

Abaixo, assista ao trailer legendado do filme "Breakind Wind (A Saga Molusco - Anoitecer)":

 

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Trecho do livro VINGANÇAS DE SANGUE - 4


Saudações, notívagos!!

Estou postando mais um trecho retirado do livro de minha autoria "VINGANÇAS DE SANGUE", que conta a aventura de Nathalia, uma garota Headbanger, em busca de desvendar o assassinato de sua irmã Amanda. Livro com 288 páginas envolvendo as criaturas sugadoras de sangue... os VAMPIROS!!

Para adquirir o livro, mande e-mail para: karlo_campos@yahoo.com.br que passo os dados bancários para depósito ou transferência bancária. O livro é enviado por correios, protegido em plástico bolha, com dedicatória e autográfo!!

Aproveitem... Tenho poucos exemplares!!

Conheça mais sobre o livro VINGANÇAS DE SANGUE no link: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com.br/2009/11/livro-vingancas-de-sangue.html

Aproveite e leia o primeiro capítulo do livro de minha autoria VINGANÇAS DE SANGUE: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com/2009/12/presente-de-natal.html
 
Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Torça para quando nos encontrarmos que eu esteja já saciado!

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Bram Stoker


Saudações, andarilhos da noite!!

Hoje, 08 de novembro de 2012, o famoso romancista Abraham "Bram" Stoker completaria 165 anos de vida, e nada mais justo do que uma postagem sobre ele.

O site de busca Google fez uma homenagem ao escritor colocando uma imagem comemorativa ao seu aniversário em sua página principal, como podemos ver na imagem no alto da postagem.

Bram Stoker é um nome que a maioria conhece e nem precisaria de uma apresentação, basta citar o título de seu principal romance... "Drácula"

 

Escritor, nascido em Dublin, no dia 08 de novembro de 1847 e falecido em Londres no dia 20 de abril de 1912, formado na faculdade de matemática, Bram Stoker sempre esteve envolvido em produções artísticas: Foi crítico de teatro para jornal, trabalhou em companhia teatral por mais de 20 anos, trabalhou para o ator Henry Irving, e viajou por vários países, porém, curiosamente, nunca visitou a Europa Oriental, que serviria de ambientação para seu principal trabalho literário, e também fez parte de equipe lierária para um jornal londrino para o qual escreveu vários gêneros.

Casado com Florence Balcombe, teve um filho, Irving Noel Thomley Stoker. Faleceu após sofrer diversos derrames cerebrais, porém a causa de sua morte não é bem esclarecida.

Seu corpo foi cremado e a urna contendo suas cinzas estão no Crematório de Golden Green, em Londres.



Em 1890, Bram Stoker começou a trabalhar em um romance de vampirismo e em 26 de maio de 1897 ele publica o livro que o imortalizaria, intitulado "Drácula", baseado no folclore da Transilvânia, o qual dedicou bastante tempo em pesquisa, e tendo como inspiração principal o Rei Vlad, conhecido por suas atrocidades, ganhando o nome de "O empalador".

"Drácula" continua sendo um dos grandes trabalhos da literatura mundial, mesmo depois de mais de 100 anos de existência. Além de sua excelência, serviu e serve ainda de inspiração para muitos escritores e também para artistas de áreas diversas, sendo seu romance relançado diversas vezes, em muitas línguas, e também adaptado para cinema, TV, quadrinhos...

Obras como essa demonstram como uma pessoa, um artista, apesar do fim de seu corpo físico, permanece eterno. Seu trabalho nunca morrerá, sempre estará em evidência, servindo de inspiração para novos artistas e de incentivo para novos leitores.

Obrigado a Bram Stoker por dar a chance de conhecermos tão excelente trabalho e iniciar realmente uma cultura vampiresca nas artes pelo mundo.


Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Sua existência longíqua dá a ele o principal dos atributos, a sabedoria dos tempos.

sábado, 3 de novembro de 2012

Trecho do livro VINGANÇAS DE SANGUE - 3


Saudações, notívagos!!

Estou postando mais um trecho retirado do livro de minha autoria "VINGANÇAS DE SANGUE".

Para adquirir o livro, mande e-mail para: karlo_campos@yahoo.com.br que passo os dados bancários para depósito ou transferência bancária. O livro é enviado por correios, protegido em plástico bolha, com dedicatória e autográfo!!
Aproveitem... Tenho poucos exemplares!!

Conheça mais sobre o livro VINGANÇAS DE SANGUE no link: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com.br/2009/11/livro-vingancas-de-sangue.html

Aproveite e leia o primeiro capítulo do livro de minha autoria VINGANÇAS DE SANGUE: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com/2009/12/presente-de-natal.html

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Em seu cálice, o sangue, em sua boca, a eternidade.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

"Desejos Carnais" - (Conto de minha autoria)

Saudações, noturnos!!

Para comemorar este Halloween (31 de outubro) estou postando mais um conto vampírico de minha autoria, intitulado "Desejos Carnais".

Este conto é bom avisa que tem um teor um pouco mais sexual, mas não é extremamente pesado não.

Peço por gentileza que não utilize em sites, blogs ou impressos o conto sem minha permissão.

Espero que gostem!!

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Os mais macabros dos desejos são aqueles que me consomem por completo.


Kampos


  Seguia pela calçada com todo seu requebrar em mais uma noite de clima quente e céu limpo, sem estrelas, para o seu ponto de costume, em uma esquina perto de comércios que pelo horário já encontravam-se fechados. Normalmente as garotas evitavam pontos como aquele, principalmente por serem escuros, o que aumentava ainda mais o perigo, mas ela via isso como algo positivo, além de não ter concorrência por perto, os clientes que surgiam eram os mais loucos, do tipo que ela mais gostava, e qualquer problema era capaz de lidar, fosse utilizando o salto alto de bico fino que calçava ou as unhas enormes pintadas de vinho, combinando com toda sua vestimenta.
  Seu nome era Melissa, ou esse era o nome que adotara quando decidira ser uma garota de programa. Se possuía outro nome, fora no passado, em outra vida, provavelmente bem diferente do presente.
O que a motivava não era o dinheiro, mas sim o desejo carnal. Adorava sexo e aquela vida lhe caia muito bem.
  Loira, cabelos sedosos e compridos que fazia questão de sempre alisar para deixá-los com aparência maior, chegando até os quadris, o que sabia que a deixavam ainda mais desejável. O vestido colado e curto mal cobria suas partes íntimas, mas para quem estava disposta a se despir por um valor pré-combinado somado ao puro prazer, pouco importava com a indiscrição de suas roupas, afinal, quanto mais exposto o produto, mais interesse haveria. Adorava provocar. Sua pele clara contrastava com a cor do vestido imensamente decotado na altura de seus belos e fartos seios, e para completar, tinha em seu rosto a mais pura expressão de malícia, misturada com traços de menina e a perversão de uma mulher.
Nunca demorava a encontrar um primeiro cliente interessado e disposto a pagar seu preço, e naquela noite não fora diferente.

De longe avistou quando a figura surgiu em meio às sombras. Permanecia parado, mas era visível seu interesse e, por isso, a garota fazia questão de se mostrar, atiçando, fazendo com que viesse logo a ela. Enquanto ele observava, Melissa deu uma volta como se mostrasse o material oferecido. Por mero descuido, ou não, deixou a pequena bolsa que carregava cair ao chão, obrigando a se abaixar para pegá-la, curvando de costas para a direção do rapaz, deixando visível ainda mais suas longas pernas e também a calcinha que usava. Mais uma vez, via com êxito seu charme. O possível cliente enfim se moveu, caminhava calmamente em sua direção. Enquanto aproximava, ela já o estudava, fazia parte da sua profissão, ler a pessoa, homem ou mulher, pela expressão corporal. Era experiente, saberia exatamente o ponto em que ele seria fisgado. Parecia bem apessoado, provavelmente um homem de negócios. Todo de preto, bem vestido, com roupa social. Um blazer negro sobre uma camisa bem alinhada, assim como a calça e sapatos pretos brilhando como novos. Apesar de cabisbaixo, percebia o olhar que delatava de longe o desejo por seu corpo.
  - Olá, belo... Procurando por diversão? – Perguntou com sua característica voz sensual que era capaz de amansar o mais bruto dos homens.
  - Sempre. – Respondeu de forma séria e simples.
  - Estou à altura de seus desejos? – Perguntou, aproximando-se do homem que permanecia a contemplá-la. Não perdeu tempo em correr uma das mãos delicadamente em meio às pernas do cidadão. Poucos resistiam à provocação.
  - Sim... Mas devo avisá-la que não sou como outros clientes seus. – Disse, erguendo um pouco o olhar para encará-la.
  - Assim você me deixa excitada. Gosto de homens diferentes. – Liberou um largo sorriso.
 - Mesmo que seja uma criatura da noite? – O rapaz puxou a garota para junto de seu corpo e permaneceu a olhar em seus olhos, aguardando sua resposta.
  - Adoro tudo que venha da noite, afinal, ela existe para aproveitarmos, não é?! – Melissa não demonstrava nervosismo, mas sim, muito jogo de cintura. Não perdia a postura sedutora, era atrevida, e continuava a desvendar o provável cliente, encarando seus olhos cor de mel, que pareciam devorá-la, entre os fios de cabelos rebeldes que dançavam frente a sua visão e que de tão negros deixavam a pele do rapaz com aspecto ainda mais claro.

  - E o que pretende fazer comigo, amor? – Perguntou, em seguida, mordendo o lábio inferior. Para ela, ele já estava no papo.
  - Coisas inimagináveis. – Respondera, liberando um breve sorriso macabro, quebrando a seriedade de seu semblante até o momento.
  - Sou muito imaginativa...  – Rebateu já pegando em uma das mãos do cidadão, seguindo pela calçada vazia em direção a uma pequena pensão.
Enquanto caminhavam, ela percebia o rapaz, um pouco mais baixo que ela, vislumbrado em suas curvas, isso fez brotar um leve sorriso em sua boca, adorava sentir-se desejada, perceber o quão vidrado estava por ela. Sinal que ganhara o jogo.
  - Quer me dizer seu nome? – Perguntou a ele.
  - Pode me chamar apenas de “Lorde”.
 - Nossa... Um homem da nobreza... Pode deixar, cuidarei muito bem de você, meu Lorde. – Particularmente, Melissa não se importava com nomes, até porque a maioria não dizia o verdadeiro e quanto a chamá-lo de Lorde, pouco importava, não achava estranho, afinal, nomes muito mais esquisitos já foram ditos a ela.
  A pensão estava logo à frente. Uma fachada pouco cuidada, com a pintura descascada, onde já fora da cor salmão. O letreiro luminoso parecia não funcionar mais. As janelas, de estilo antigo, brancas, mais para encardidas, e todas fechadas.  Adentraram ao local, pequeno, de baixa luminosidade e paredes pintadas de azul. A garota nem parou na recepção. Já tinha seus acordos com o dono do estabelecimento e, portanto o quarto garantido. Subiram dois lances de escada, conforme passavam algumas portas era possível ouvir breves gemidos, o que deixava claro que aquele era um antro de sexo. Enfim, chegaram ao quarto vago a eles. Melissa retirou de sua pequena bolsa a chave, destrancando a porta de madeira.
  A garota fez sinal para o rapaz ir na frente, e o mesmo, entendendo, imediatamente respondeu:
  - Depois de você.
  - Cavalheiro... Gosto disso. – Piscou Melissa, entrando no aposento.
  O quarto era pequeno. No máximo tinha uma cômoda velha, uma cadeira encostada em uma das paredes e claro, o mais importante, a cama de casal que aparentava não ser nem um pouco nova.
  A garota olhou para trás e seu cliente permanecia parado em frente à porta. Antes que ela dissesse algo, ele perguntou:
  - Não vai me convidar a entrar?
  - Desculpe... Por favor, entre. – Disse, com toda paciência do mundo.
   Lorde entrou e fechou a porta, certificando-se de trancá-la.
Enquanto Melissa começava sem perda de tempo a se despir, revelando um conjunto de lingeries também na cor vinho, rendado e transparente, Lorde permanecia de costas, ainda na porta, apenas retirara o blazer e a camisa, ambos jogados ao canto do cômodo e os sapatos, deixados ali mesmo.
  - Venha aqui, meu Lorde... – Dizia, enquanto ajeitava o corpo e passava as mãos pelos cabelos tendo certeza que sua imagem o seduziria imediatamente.
  O rapaz virou sem pressa, revelando um peitoral liso, com músculos não muito ressaltados, seguindo lentamente até a garota que o aguardava, em pé, frente à cama. Era uma visão que dificilmente um homem resistiria.
  - Venha... Sou toda sua. – Disse a garota de programa puxando-o pelo braço para mais perto de seu corpo.
  O rapaz nada disse, nem mesmo liberou um sorriso, apenas a empurrou na cama sem prévio aviso e, em seguida, subiu sobre seu corpo e de um dos bolsos da calça retirou duas gravatas pretas e sem demora juntou uma das mãos de Melissa levando de encontro à cabeceira da cama, começando a amarrá-la pelo pulso em uma das bases.
  - Hummm... Gosta de dominar, não é?! – Melissa tinha um olhar sapeca, safado, que mostrava não se importar, pelo contrário, gostava do que o rapaz pretendia fazer.
  Logo amarrou o outro pulso, deixando a garota de lingeries presa à cama.
  - E agora, meu Lorde, pretende fazer o quê?! – Provocara o cidadão, sabia que isso geraria uma reação que somada com o clímax do momento deixariam ambos doídos pela transa que estava por ocorrer.
 Ele, ainda sem demonstrar grande pressa, se aproximou de seu rosto, indo até a orelha esquerda da garota na qual sussurrou:
  - Eu a avisei que era diferente de qualquer cliente seu... Que sou uma criatura da noite... Pois bem, contemple minha verdadeira face. – Neste instante, afastou-se o suficiente para que ela enxergasse seu rosto, agora com olhar maquiavélico, arregalado, assim como a boca a qual apresentava dentes alongados.
 - Você é um vampiro? – Perguntou Melissa, enquanto encarava a boca do rapaz.
 - Sim... E está noite você será a minha vítima. – Com fúria, arrebentou tanto o sutiã quanto a calcinha da bela loira, que acompanhava com o olhar, sem nada dizer.
  Por alguns instantes, contemplou o corpo curvilíneo da garota de programa, magro, de pele macia, mas que já fora possuído por muitos outros clientes que assim como ele, chegavam quase a babar pelo desejo de penetrá-lo. Começara por uma das coxas da garota, seguindo pela barriga, lambendo, roçando os dentes, subindo até os seios, gerando pequenas contrações. Com uma das mãos tratava de abrir suas calças, logo se despindo por completo.
Agora, ambos não possuíam nenhuma peça de roupa cobrindo seus corpos. Nada impedia a união carnal. Ele mantinha em seu rosto um olhar lunático, que deixava claro estar pronto para devorá-la. Ela não transparecia medo ou outro sentimento. Aguardava o que aconteceria. Percebia que aquele que anunciara ser uma criatura da escuridão estava doído por ela, completamente excitado.
Enfim, a ansiedade tomou conta do homem que não resistira mais ao belo corpo feminino, penetrando a garota com extremo prazer e vontade. Ela, de olhos fechados, liberou um gemido alto. Pouco podia fazer enquanto seus braços permaneciam imobilizados. A boca do cidadão continuava aberta, ostentando os grandes caninos. O rapaz gemia seguido pelos gritos da garota enquanto ele aumentava a velocidade da transa, apertando mais e mais seu corpo contra o dela, como se buscasse adentrá-lo por completo.
Não resistia mais, não aguentava permanecer longe do pescoço daquela que tanto lhe dava prazer e aos poucos aproximava-se mais e mais da jugular da estonteante garota. Primeiro lambendo, em seguida beijando e, enfim, mordendo, enquanto a segurava firme, talvez temendo uma reação, uma tentativa de fuga ou algo que impedisse o coito ou seu ataque ao pescoço. Mordia seguidas vezes, e ela até então só gemia... Mas logo, calou-se. Passaram alguns segundos, ele ainda mantinha o movimento frenético e as mordidas, súbito, a garota soltou os braços das amarras. Antes que o rapaz pudesse pensar em prendê-la novamente, ela o segurou. Ele estranhou o fato dela não relutar e mais ainda, a calma da mesma, afinal, normalmente as garotas entravam em pânico a ponto de chorar e implorar.
Quebrando o silêncio, Melissa disse perto do ouvido do homem:
 - Você chama isso de mordida?!
  Imediatamente, ele interrompeu os movimentos e soltou o pescoço da garota. Ficara surpreso. Mordia com toda vontade, nunca ouvira algo do tipo. Confuso, não teve a chance de dizer mais nada, porque ela se antecipou.
  - ISTO sim é uma mordida. – E foi ai que a garota de programa, loira e sedutora, mostrou seu principal dote. Não eram suas curvas que desnorteavam, não eram seus fartos seios que surpreendiam, não era sua bunda que inebriava, mas sim, seus caninos alongados que matavam. Foi apenas uma cravada de dentes no alto do ombro do rapaz, bem onde começava o pescoço, e ali ela permaneceu grudada, com força, logo tornando os dentes escarlates, enquanto suas unhas rasgavam as costas do rapaz, e ele, no desespero tentava se soltar, chegando a gritar, suplicar, mas isso não importava, ninguém adentraria ao quarto. Gritos eram ouvidos de montes naquele ambiente que exalava pecado.
  Alguns minutos se foram, o rapaz se rendera, soltara o corpo sobre a loira nua, sem forças para se soltar. Morrera ali, penetrando a garota, agora de olhar sedutor e demoníaco.
  Melissa, percebendo que sugara tudo que era possível, enfim o soltou, e sem dificuldades, girou o corpo, ficando sobre o cadáver, deixando alguns respingos de sangue correr pelos seios, indo de encontro ao morto. Olhou para o cidadão sem vida e disse com certo desprezo:
  - Vampiros... Hoje em dia todo mundo deseja ser um. – A garota bateu a mão na boca do rapaz, fazendo com que a prótese de dentes alongados soltasse, caindo em meio à boca.
  Suas roupas estavam próximas da cama. Levantou-se, começou a se vestir sem pressa, tratou de pegar o dinheiro na carteira do cidadão morto, deu uma última ajeitada na roupa, arrumou sua maquiagem e sem mais delongas, saiu do quarto, deixando o corpo da forma como estava, em meio ao lençol que misturava gotas de suor e sangue. Passou pela recepção, jogou várias notas sobre o balcão e apenas deu um sinal com a cabeça. O dono entendia bem o que deveria fazer. Descartar mais um que não sairia dali vivo.
  Seguia novamente para a esquina a espera de um novo cliente. A eternidade lhe proporcionara a chance de viver os mais ardentes prazeres carnais, algo que sempre desejou. Era adepta a qualquer tipo de fetiche ou fantasia. Adorava ser passiva, usada, e até mesmo humilhada, se isso fosse certeza de lhe gerar prazer. Por décadas experimentou todo tipo de sexo pelo mundo e nunca sentia que a vontade por mais passaria. Mas uma coisa não suportava, escrotos que fingiam ser de sua espécie, denegrindo a imagem de tais criaturas, ainda mais quando eram fracos, e nem mesmo uma mordida digna eram capazes de proporcionar. Neste caso, os que serviriam de instrumentos para suas depravações sexuais acabavam por se tornar seu alimento.

Fim

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Trecho do livro VINGANÇAS DE SANGUE - 2


Saudações, andarilhos da noite!!

Hoje, 29 de outubro de 2012, é uma data propícia para esta postagem.

Esta semana pretendo deixar um pouco mais movimentado o blog CRIATURAS DA ESCURIDÃO por se tratar da semana de Halloween e hoje por ser o DIA NACIONAL DO LIVRO decidi postar mais um trecho do livro de minha autoria VINGANÇAS DE SANGUE.

Como já comentei em outro ano, o dia para o DIA NACIONAL DO LIVRO, 29 de outubro, foi escolhida por se tratar da data de aniversário da fundação da Biblioteca Nacional que ocorreu no ano de 1810, que nasceu com a transferência do acervo da Real Biblioteca Portuguesa para o nosso país.

Uma excelente data para refletirmos sobre as obras nacionais e começarmos a valorizá-las, nao só o público, mas as editoras também, afinal, muitas ainda buscam ganhar o lucro em cima do autor, obrigando o mesmo a adquirir um número imenso de exemplares, muitas vezes, para não dizer em todas, obrigado a pagar por eles antes mesmo de possuí-los em mãos para vender. Está na hora da editora dar a mão ao autor e assumirem os riscos e frutos juntos.

Vamos lembrar que somos um país gigantesco com mentes extremamente criativas e que merecem destaque e um tratamento semelhante aos autores estrangeiros.

Lembrem-se que não é porque um livro é lançado no país com selo de 1 milhão de cópias vendidos que isso o torna excelente... A literatura é muito pessoal... Um livro consagrado pode não agradar um público... Já está na hora de pararmos de julgar o que é bom ou ruim só pelo que dizem para nós... Leia e tire suas próprias conclusões da obra... É nesta aventura que acabamos por descobrir excelentes tramas que simplesmente permanecem com a gente pelo resto da vida!!

Indique um livro nacional hoje para um amigo... Apoie a literatura nacional!!

E BOA LEITURA!!

Para quem ainda não conferiu, aproveite e leia o primeiro capítulo do livro de minha autoria VINGANÇAS DE SANGUE: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com/2009/12/presente-de-natal.html

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Na literatura, na maioria das vezes como lendas, são registrados nossos maiores feitos, nossas maiores carnificinas.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Trecho livro VINGANÇAS DE SANGUE - 1


Saudações, noturnos!!

Mês de outubro... Época de Halloween... Que tal presentear namorada (o)... irmã(o)... amiga (o) com um livro de ficção?!

Para quem não conhece o livro de minha autoria VINGANÇAS DE SANGUE, apresento a vocês um trechinho retirado dele para deixar um gostinho do que vocês encontrarão nas 288 páginas desta ficção envolvendo os sugadores de sangue... VAMPIROS.

Como estou com poucos exemplares, mantenho o valor promocional de R$ 30,00 (Trinta reais), frete JÁ INCLUSO para qualquer parte do Brasil.

Para adquirir o livro, mande e-mail para: karlo_campos@yahoo.com.br que passo os dados bancários para depósito ou transferência bancária. O livro é enviado por correios, protegido em plástico bolha, com dedicatória e autográfo!!

Aproveitem... Tenho poucos exemplares!!

Conheça mais sobre o livro VINGANÇAS DE SANGUE no link: http://criaturasdaescuridao.blogspot.com.br/2009/11/livro-vingancas-de-sangue.html

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

E a morte é a menor de suas preocupações...

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Filme: Underworld: Awakening (Anjos da Noite: O Despertar)

Saudações, andarilhos da noite!!

Nesta postagem comento o quarto filme de uma franquia de sucesso nos cinemas, estou falando da série de filmes (que antes era para ser apenas uma trilogia), "Underworld (Anjos da Noite)", agora, em sua quarta parte, intitulada "Underworld: Awakening (Anjos da Noite: O Despertar)".

A VINGANÇA RETORNA

Filme norte-americano lançado no início de 2012, distribuído pela Sony Pictures, dirigido por Björn Stein e Mans Marlind, com roteiro de J. Michael Straczynski, Allison Burnett, John Hlavin e Len Wiseman, classificado como "Ação/ Terror", com duração aproximada de 88 minutos.



Elenco:

Kate Beckinsale
Michael Ealy
India Eisley
Charles Dance
Kris Holden-Ried
Richard Cetrone
Sandrine Holt
Robert Lawrenson
Theo James



Sinopse:

"A vampira Selene (Kate Beckinsale) desperta após ser mantida em estado de coma durante doze anos, e descobre que tem uma filha, Eve (India Eisley). A garota é uma perigosa mistura das duas raças (Vampiros e Lycans). Quando encontra sua filha, precisa defendê-la de um grupo assassino de lobisomens modificados, criados pela BioCom."

Devo dizer que fiquei demais decepcionado com o quarto filme desta franquia que eu tanto gosto. Logo de início, percebe-se que o ator que interpreta nos filmes anteriores o meio-vampiro e meio -Lycan, Michael, não é o mesmo ator, não é o Scott Speedman, e por isso o personagem aparece pouquissímo, porém, o suficiente para percebermos que tentaram maquiar esse fato.
Para piorar, um roteiro fraco, o que me deixa surpreso já que no time dos quatro roteiristas (quatro?! E saiu um roteiro tão fraco assim?!) há nomes fortes e respeitáveis.
A estória não apresenta nenhum surpresa, e tudo muito óbvio... Aparentemente, com esta onda de filmes 3D, o que importou mesmo foi escrever momentos em que fossem possíveis trabalhar com o efeito. Este fato já vem me preocupando desde outros filmes... Cada vez os efeitos especiais, e piorou agora com 3D, ganham mais importância do que o roteiro, deixando um show de imagens saindo da tela, e uma estória de fazer qualquer um dormir. Por isso gosto tanto de filmes da extinta Hammer Productions (anos 60/ 70), onde efeitos especiais praticamente não existiam e era necessário ganhar o público pelo roteiro.
O filme ainda deixa no final, nem um pouco empolgante, a ideia de que haverá o quinto filme.

A única coisa que salva no filme é a própria Selene, porém, suas cenas de ação parecem reprisss dos filmes anteriores.

Infelizmente, dá para perceber que a franquia apenas continuou por questões de arrecadação, por levar muito público ao cinema, porém, depois deste quarto filme, não acredito que muitos irão se aventurar em ir ao cinema ver o quinto.

Até a terceira parte (Tudo indicava que seria apenas uma trilogia) a série foi boa... Pecaram, e muito, continuar sem ter o mínimo cuidado que a série merecia, e que seus fãs tanto esperavam.

Fica dica e assistam e tirem suas conclusões.

Já assistiu?! O que achou? Concorda que foi o pior entre os quatro filmes da franquia ou não? Comente ao final desta postagem.

Eufórico, dreno seu sangue, permaneço em êxtase até a última gota.

Quem quiser, me siga no twitter: www.twitter.com/kamposss

Abaixo, assista ao trailer oficial do filme "Underworld: Awakening (Anjos da Noite: O Despertar)":

 
BlogBlogs.Com.Br