visitas

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Soundtrack Angel


















Saudações, amigos da escuridão!

Assim como os filmes, os seriados também seguem a onda de lançarem suas soundtracks, como o caso desta postagem, a soundtrack do seriado Angel.

Soundtrack do seriado que durou entre 1999 a 2004 (5 temporadas), intitulado Angel e que é um spin-off (seriado criado a partir de um personagem já existente de outra série) do seriado Buffy - The Vampyre Slayer. A soundtrack é intitulada de Live Fast Die Never (Original Score), que corresponde a parte instrumental do seriado (Não achei informação de qual temporada seria, mas imagino que seja da 4º temporada), incluindo o tema principal de abertura. Quem assina as músicas é Robert J. Kral.

Setlist:

1. Angel Main Theme – “The Sanctuary Extended Remix” – performed by Darling Violetta
2. Start The Apocalypse
3. The End Of The World
4. Massive Assault
5. Home
6. Hero – featuring vocals by Elin Carlson
7. Judgment & Jousting
8. The Birth of Angelus – featuring vocals by Elin Carlson
9. Rebellion
10. The Trials for Darla
11. Dreaming of Darla
12. Untouched / Darla’s Fire
13. Darla’s Sacrifice
14. Welcome To PYLEA
15. Through The Looking Glass
16. Castle Attack
17. Cordy Meets Fred
18. Princess Cordelia
19. Farewell Cordelia
20. I’m Game – by Christophe Beck
21. Touched – performed by Vast
22. LA Song – performed by Christian Kane
23. Lady Marmalade – performed by Andy Hallett
24. It’s Not Easy Being Green – performed by Andy Hallett,
25. A Place Called Home – performed by Kim Richey

Trilha bem interessante, inclusive gosto muito da primeira música que é o tema central do seriado e também curti a "Massive Assault".

Se ainda não conhecem, procure pelo cd que vale a pena.

Fica ai mais uma dica de soundtrack, após conhecer, comente aqui no blog.

Os gritos são como uma sinfonia agressiva tentando acompanhar o que não pode ser acompanhado.

Abaixo, assista um vídeo simples criado por fã, usando uma das músicas da soundtrack, intitulada "Home".

video

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Filme The Breed (Cidade dos Vampiros)

Saudações, noturnos!

Como estão? Curtindo o conteúdo do blog CRIATURAS DA ESCURIDÃO?

Apresento nesta postagem mais um filme envolvendo as criaturas imortais. Já está ficando comum filmes, seriados e livros abordando vampiros que podem caminhar sob a luz solar. Isso tudo para facilitar a criação do roteiro, mas particularmente ainda prefiro os vampiros que caminham apenas entre as sombras. O filme da vez apresenta os vampiros andando tanto de dia quanto de noite. O filme é intitulado The Breed (Cidade dos Vampiros), mais uma péssima tradução de título aqui no Brasil.

Vampiros vivem entre nós.



The Breed (Cidade dos Vampiros) é classificado como terror e foi lançado nos Estados Unidos no ano de 2001. Dirigido por Michael Oblowitz, estrelando Andrian Paul (da série de TV "The Highlander") Bokeem Woodbine ("Fúria Urbana", "Tiro e Queda") e Bai Ling ("Anna e o Rei", "As Aventuras de James West"), colorido com aproximadamente 92 minutos.

Elenco:

Adrian Paul - (Aaron Gray)
Bokeem Woodbine - (Steve Grant)
Bai Ling - (Lucy Westenra)
Péter Halász - (Cross)
James Booth - (Fleming)
Lo Ming - (Seward)
Paul Collins - (Calmet)
Debbie Javor - (Chefe da Seção)
Reed Diamond - (Phil)
John Durbin - (Boudreaux)
Zen Gesner - (West)
István Göz - (Dr. Orlock)
William Hootkins - (Fusco)

Sinopse:

"O agente do FBI Steven Grant (Woodbine) é designado contra sua vontade para perseguir um sugador de sangue renegado que está inclinado a expor um plano do governo para integrar vampiros à sociedade. Junto a seu novo parceiro, o policial "bom" vampiro Aaron Grey (Paul), Grant segue as pistas e os corpos até o esconderijo da estonteante e bela Lucy (Ling). Grant não confia em nenhum vampiro, até se apaixonar por Lucy e seus charmes exóticos, a linha entre os caras bons e o caras maus começa a se dissipar e seu próximo passo pode ser o último."

O filme tem uma temática interessante. A estória se passa em um futuro não muito distante, e é perceptível as diferenças que há nesse futuro. Achei que poderiam ter abordado um pouco a situação atual do planeta, já que no filme inteiro o telespectador fica tentanto entender se o planeta está caótico, afinal, as imagens chega a passar a ideia até que houve mudanças drásticas e parece até ter voltado um pouco para o nazismo.
A estória foi ficando interessante conforme passava o tempo, mas ainda sim teve suas partes bem confusas. Vale a pena conhecer, mesmo não sendo um filme de grande expressão entre os filmes do gênero.

Assistam o filme e comentem ao final desta postagem, ok?

Luto para acabar com meus inimigos, os destruo. Vejo o sangue se acumular por todos os orifícios. Não tenho piedade, e por isso, hoje, não tenho inimigos!

Abaixo, pequeno trecho do filme The Breed (Cidade dos Vampiros).

video

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Personagem: Liz Vamp

Saudações, amantes da Lua!

Nesta postagem apresentarei à vocês uma personagem nacional, que infelizmente já cheguei a citá-la aqui no blog CRIATURAS DA ESCURIDÃO, mas por uma situação péssima. A personagem da vez é a Liz Vamp, que teve o péssimo episódio junto com o escritor Kizzy Ysatis , quando foram agredidos em uma casa noturna. Mas o episódio passou, mas não foi esquecido, porém, vamos falar agora de características favoráveis à Liz Vamp.

Liz Vamp - A Vampira do Terceiro milênio

A personagem Liz Vamp é uma criação da atriz, escritora e cineasta Liz Marins, filha do grande José Mojica Marins, popularmente conhecido pela personagem Zé do Caixão.
Entre seus livros escritos estão: "Por um triz" (Livro de poesias) e importante participação no "Crônicas de Terror do Zé do Caixão"; Como atriz já atuou em teatro, cinema, fez desfiles e muitos outros trabralhos, e como cineasta tem em seu currículo curtas como "Aparências" e "Obituário", tendo como curiosidade a sua estreia como cineasta em uma sexta-feira dia 13 de outubro de 2006, data claramente cheia de superstição.

Liz Vamp já se tornou até mesmo personagem de histórias em quadrinhos, pelo estúdio Impacto.

Sinopse

A história de Liz começa com um romance entre Zé do Caixão e a vampira inglesa, e cigana por opção, Elizabeth Hart, em Madrid. Com o sumiço inexplicável do sinistro Zé do Caixão, Elizabeth vem ao Brasil à sua procura, acompanhada por um casal de ciganos já idosos que a tratavam como filha.
Sem sucesso em sua busca, a criança nasce no interior de São Paulo. A mãe, em meio a loucura, abandona a pequenina nas mãos do casal de cigano e sai sem rumo.
A criança, que logo ganhou formas de uma jovem e bela moça, cresceu sem saber de seu passado, até sua adolescência, quando foi finalmente revelado o passado de seus pais. Liz começou a perceber que tinha algo de especial e diferente comparado a outras garotas. Apresentava grande influência sobre os garotos. E foi ao beijar um garoto, Leandro, que percebeu algo se manifestar, um poder, que de alguma forma, sugou as energias de seu jovem amado, que veio a desfalecer.
A partir desse episódio, a garota percebeu que deveria tomar mais cuidado, que possuía um poder deveras poderoso e perigoso.
Não demorou para começar a usar seus poderes a seu favor, não deixando que ninguém fizesse mal a ela, e a ajudando a conquistar tudo que almejou em sua carreira artística.
Usa como adorno um morcego de asas douradas, que acaba se tornando uma marca da personagem, e que possui importante simbologia em suas estórias.

Outro projeto interessante a ser citado sobre Liz, é a idealização do "Dia dos Vampiros", desde 2002, que se tornou lei na capital paulista, além de ser comemorado em vários pontos do Brasil e do exterior. Neste dia, além de lançamentos de livros e a confraternização entre adoradores do gênero vampírico, há também a bela ação de juntar um grupo para doação de sangue, ação mais do que importante para a sociedade e que deve ser aplaudida e apoiada por todos.
Em outra postagem, prometo abordar mais sobre esse dia tão importante.



Acho excelente a criação e propagação de personagens aqui no nosso país. Temos que aprender que nem só o que vem de fora é bom, mas que temos pessoas, material e principalmente, criatividade de sobra em nosso imenso país para criarmos o que quisermos, basta nós, brasileiros, sermos os primeiros a dar valor a isto!
No caso da Liz Marins, que demonstra paixão pelo que faz, além de talento, também possui um dos melhores professores do nosso gênero terror, Zé do Caixão.

Para conhecer mais sobre essa intrigante figura, acesse o site da Liz Vamp http://www.vampira.com.br/

O que sabe sobre essa personagem? O que pode acrescentar sobre ela? Deixe seus comentários após a postagem.

Posso lhe apresentar um olhar inocente, se assim preferir... Posso ser doce e romântico, isso não é problema... Posso ser o Príncipe que sempre sonhou, mas isso, só até eu decidir que o sonho torne-se pesadelo e que eu lhe apresente minhas presas.

Abaixo, veja um dos curtas criados por Liz Vamp, intitulado "Obituário". Uma curiosidade, é a participação do autor brasileiro André Vianco, auxiliando nas filmagens do curta.

video

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Soundtrack Underworld (Anjos da Noite) - Score Album
















Saudações, caros notívagos!

Nesta postagem apresento mais uma trilha sonora, que por acaso gosto muito. Acho muito interessante quando lançam duas trilhas do mesmo filme, uma contendo músicas de bandas e outra apenas a parte instrumental, criada sob medida para o acompanhamento de toda a estória. A trilha da vez corresponde a parte instrumental do filme. Apresento a trilha sonora Underworld (Anjos da Noite) Score Album.

A trilha corresponde ao primeiro filme da trilogia Underworld, lançada em 2003, e foi composta por Paul Haslinger.

Setlist:

1. Introduction
2. The End Of An Era - Opening
3. Deathdealers Deploy
4. Darkness Deep Within
5. Transformation
6. Red Tape - Agent Provocateu
7. Suspended Memories
8. The Crypt
9. Bloodlines
10. Metamorphosis
11. Reprise
12. Anger And Retribution
13. Corvinus
14. Subterrania
15. Fire Falling From The Sky
16. Miserere
17. The Last Stand
18. Eternity And A Day
19. Keep Watch Over The Night (Bonus Track)

Curti muito esse album extra, em especial a música "Red Tape - Agent Provocateu". Para quem curtiu o filme, e gosta da trilogia, vai gostar de conhecer esta trilha sonora.

Já ouviu esta trilha? O que achou? Comente e deixe sua opinião.

Presas que crescem, ódio extremo, desejo macabro, um monstro sedento.

Abaixo, assista a um video feito por fã, com a música "Keep Watch Over The Night", do soundtrack Underworld (Anjos da Noite) - Score Album.

video

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Filme: Dead of Night (Criaturas da Noite)

Saudações caros amigos e amigas da escuridão!

A postagem de hoje não terá muitas imagens e nem um trailer, infelizmente. Foi muito complicado encontrar imagens, mesmo que estas poucas. Nem mesmo a imagem da capa do filme eu consegui encontrar! Mas fazer o quê...

O filme desta postagem é intitulado Dead of Night (Criaturas da Noite).

Filme produzido nos Estados Unidos, no ano de 1996 pela Playboy Entertainment Group/ Royal Oaks Entertainment. Drigido por Kristoffer Tabori. Colorido, com aproximadamente 106 minutos.
É classificado como filme "Adulto".





Elenco:

John Enos III,
Kathleen Kinmont,
Robert Knepper,
Alex Rocco,
Paul Winfield,
Diana Frank,
Scott Kraft,
Sherry Hursey,
Larry Poindexter,
Jennifer Burton,
Anya Longwell,
Griffin Drew,
Tanya Newbould,
Heather Stephens,
Luis Ramos


Sinopse:

No final do século 19, quando sua amada esposa Isabella morre, o viúvo Christian (Robert Knepper) aceita de Nina (Diana Frank) beber do seu sangue e assim ganhar a imortalidade. Depois de cem anos, Christian, em várias idas a boates de Los Angeles com Nina a procura de alguma refeição rápida, logo encontra em seu caminho a bela enfermeira Katherine (Kathleen Kinmont), que é a reencarnação de sua esposa morta...

Olha, assistindo o filme entendi bem o porquê de ser classificado como "Adulto", afinal, cenas de nudez e sexo não faltam. A personagem Nina anda pelada em vários momentos. A estória dos vampiros fica de lado em várias partes do filme para dar lugar ao sexo e nudez, daí dá para entender o porque dele ter sido produzido justamente pela Playboy Entertainment, não é?!
A estória melhora mais para o final.

Como curiosidade, vale assistir sim. Mas nem preciso falar que está longe de ser um filme bom de vampiros. É mais para aqueles que gostam, assim como eu, de assistir todos os filmes que falam de vampiros, mesmo que o tema seja meio distorcido.

Já havia assistido este filme? Comente ao final desta postagem.

Permaneço sobre o arranha-céu, vislumbrando a noite que me cobre e a Lua que me observa e encanta.



segunda-feira, 7 de setembro de 2009

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Cineasta Liz Vamp e escritor Kizzy Ysatis são covardemente agredidos

Saudações, amigos e amigas!

Normalmente, não crio postagem um dia após a anterior, porém, ocorreu um fato que eu não poderia deixar passar em branco.

Na manhã desta sexta-feira (04/09/2009) por volta das 7 horas, a cineasta Liz Vamp, tão conhecida pelos amantes da cultura vampírica e filha do grande José Mojica Marins, o Zé do Caixão, e o escritor Cristiano Marinho, mais conhecido por Kizzy Ysatis, criador de várias obras como "Diário da Sibila Rubra", foram covardemente agredidos na boate "A Loca", localizada na Consolação, região central da cidade de São Paulo.


Tudo começou após Liz pagar sua comanda e, na saída, um funcionário da casa noturna indagou Kizzy quanto ao pagamento de sua comanda, já que a mesma foi encontrada no chão. Kizzy informou que já havia pago, mas o funcionário não acreditando solicitou a presença do gerente. Ali começou uma discussão e e logo a agressão ocorreu. Os seguranças da casa agrediram Kizzy enquanto outro segurava Liz.

A agressão foi brutal, a ponto de deixar Kizzy desfigurado.
A polícia foi acionada e levou os dois para a Santa Casa da Misericórida para exames. Liz ficou com hematomas nos braços enquanto Kizzy teve diveros ferimentos no rosto.

A casa noturna não prestou para sequer comparecer ao hospital para ver o estado de ambos.

Esse tipo de acontecimento infelizmente não é algo raro em nosso país. Não é de hoje que vemos na tv pessoas espancadas por seguranças em baladas. Cadê o respeito com o cliente e principalmente, cadê o respeito com o ser humano?!

Duas pessoas traquilas, artistas, que buscam se expressarem a partir da imagem, da criação e das palavras não podem ser covardemente atacadas por aqueles que veem no punho e na força bruta a única forma de diálogo!

Eu quero saber é se haverá punição para esses covardes ou simplesmente sairão impunes?! Será assim daqui por diante... Iremos sair para nos divertir e não saberemos se aqueles que estão para nos dar segurança na verdade serão nossos agressores! Assim não é possível!

Não deixem que isso aconteça!! Divulguem sobre este caso! Façam barulho! Boicotem a casa noturna, quem sabe assim alguma justiça aconteça!

Em nome do blog CRIATURAS DA ESCURIDÃO desejo melhoras para a Liz Vamp e para o Kizzy Ysatis. Espero que vocês fiquem bem, apesar do trauma.

Karlo Campos (Kampos)

Links para matérias que foram divulgadas:

G1
http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL1292911-5605,00-CINEASTA+E+ESCRITOR+DIZEM+TER+SIDO+AGREDIDOS+POR+SEGURANCAS+DE+BOATE+EM+SP.html

Folha Online
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u619603.shtml

UOL
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/09/04/ult5772u5197.jhtm

O Globo
http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2009/09/04/filha-do-ze-do-caixao-escritor-dizem-ter-sido-agredidos-em-boate-em-sp-767472420.asp

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Mais um prêmio!!


Saudações, caros amigos e amigas da noite!

Mias uma vez o blog CRIATURAS DA ESCURIDÃO é presenteado com mais um selo, desta vez, quem presenteou foi a Pat, do blog Elegia em Canto.

Objetivo Principal:
Compartilhar o Prêmio com todos os Amigos Bloggers que estão ativos e que participam deste Blog, o objetivo é unir a todos. Este Prêmio pode ser aceitado por todos os amigos não importa onde se encontrem.

Significado dos valores do Prêmio:
Verde: Simboliza os novos Amigos.
Amarelo: Representa a rodos os Amigos sempre ativos.
Azul: Simboliza nosso próprio status e o dos amigos com orgulho em alta.
Plataforma Vermelha: Simboliza que todos somos iguais, já sendo principiantes como os que levam um bom tempo no mundo do blogger, tudo isso se resume de uma única maneira, que todos temos a mesma cor, sangue e que todos somos irmãos.

Agora as Regras:
1 - Criar um post similar a este pra mostrar o Prêmio.
2 - Incluir um link dos últimos Blogs que compartilharam o Prêmio com você.
3 - Copiar o Banner do Blog amigo.
4 - Copiar e postar a imagem do Prêmio.


Mais uma vez, obrigado a Pat pela indicação! Visitem o blog Elegia em Canto e os blogs que indiquei.

Observamos, desejamos a nossa presa, e quando a atacamos, a carnificina é total.
 
BlogBlogs.Com.Br